PM é esfaqueado e amarrado por manifestantes durante protesto entre Amapá e Junco do Maranhão

Um policial militar, identificado como "Cabo Filho" foi esfaqueado e amarrado por manifestantes na manhã desta quarta-feira (29), durante um protesto realizado na MA-206, entre os municípios de Junco do Maranhão e Amapá do Maranhão.

De acordo com a polícia, o protesto é feito por moradores da Comunidade Vilela, que fica dentro de uma área em que uma família diz que é dona da área. Em 2008, no entanto, um fazendeiro surgiu no local e se diz dono da propriedade.

O policial foi esfaqueado e amarrado durante o protesto. O militar, que estava saindo do trabalho teria tentado furar o bloqueio e acabou entrando em conflito com os manifestantes.

Segundo as lideranças da comunidade, o PM estava agressivo e atirou contra um morador. Em reação, a comunidade acabou atacando o policial, que foi esfaqueado, vendado e deixado amarrado na rodovia.

O 'Cabo Filho' só foi liberado quando equipes policiais chegaram ao local. Ele foi socorrido, encaminhado a um hospital, mas não estaria correndo risco de vida.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Câmara Municipal de Cândido Mendes cassa mandato do Prefeito José Bonifácio (Facinho)

MP avalia pedir intervenção em Cândido Mendes

Polícia prende suspeito de ser mandante da execução de guardas municipais