Prefeitura diz que não fará repasses a empresários até que 'haja melhorias' no transporte de São Luís

Na manhã desta terça-feira (25), a população na Grande São Luís amanheceu tendo que enfrentar mais uma greve dos rodoviários, que alegam atrasos nos salários por parte dos donos das empresas de ônibus.

Por outro lado, o sindicato que representa os empresários do transporte público, a SET, informou que não teria recursos para garantir o salário dos rodoviários neste mês de abril e culpou a Prefeitura de São Luís e o Governo do Maranhão pela falta de repasses financeiros para a operação do serviço.

A Prefeitura de São Luís, responsável pelo transporte público na capital, não nega a falta de repasses, mas rebateu afirmando que são os empresários que não cumprem com acordos, afinal, o SET teria se comprometido a melhorar o transporte público, o que não vem ocorrendo.

Já o Governo do Maranhão, responsável pelo transporte público semiurbano - que atende São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa -, ainda não se pronunciou durante toda a manhã sobre a falta de ônibus para a população nos três municípios.

Em entrevista ao Bom Dia Mirante, o secretário municipal de Trânsito e Transporte de São Luís, Diego Rodrigues, subiu o tom e disse que a prefeitura não fará repasses [subsídio] aos empresários até que haja garantias que os acordos de melhoria do transporte serão cumpridos.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Câmara Municipal de Cândido Mendes cassa mandato do Prefeito José Bonifácio (Facinho)

MP avalia pedir intervenção em Cândido Mendes

Polícia prende suspeito de ser mandante da execução de guardas municipais