Prefeito Júnior Garimpeiro se apresenta à Polícia e vice assume como interino


O prefeito Junior Garimpeiro, investigado pela Polícia Federal por participação em esquema de exploração de garimpos ilegais se apresentou a Polícia na tarde da segunda-feira (27), para cumprir mandado de prisão.

Ele estava foragido desde o dia 15 de setembro, quando a Polícia Federal deflagrou a operação CURIMÃ na tentativa de desarticular organização criminosa que atua em garimpos ilegais de ouro na região do município. A operação teve como o objetivo o cumprimento a 19 mandados de busca e apreensão, além de 5 mandados de prisão preventiva, nos Estados do Maranhão e do Pará, expedidos pela 8ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Maranhão.

Agora, o Vice-Prefeito assume a prefeitura como Prefeito Interino.

Além do prefeito, os investigados responderão pelos crimes previstos no Art. 2º, da Lei 8.176/91 (usurpação de bens da União), no art. 54, §2º, V (poluição), c/c art. 55 (mineração ilegal), ambos da Lei nº 9.605/98, art. 14, da Lei 10.826/2003 (porte ilegal de arma de fogo), bem como o art. 2º, §2º, da Lei nº 13.850/2013 (integrar organização criminosa), cujas penas máximas somadas ultrapassam mais de 20 anos.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Câmara Municipal de Cândido Mendes cassa mandato do Prefeito José Bonifácio (Facinho)

MP avalia pedir intervenção em Cândido Mendes

Polícia prende suspeito de ser mandante da execução de guardas municipais