CBF define “cinco finalistas” para o cargo de treinador da seleção brasileira

Mesmo priorizando Carlo Ancelotti, a CBF está ciente que o técnico do Real Madrid pode recusar a oportunidade de dirigir a seleção brasileira. Dessa forma, segundo o portal The Athletic, outros quatro nomes se encontram cotados na lista final da entidade. Neste cenário, José Mourinho, da Roma, Jorge Jesus, do Fenerbahçe, Fernando Diniz, do Fluminense, e Abel Ferreira, do Palmeiras, são as demais opções consideradas pela entidade.

Eles também são admirados pela CBF e mostraram-se dispostos a aceitar o cargo no Brasil se ele for oferecido.”, contou a publicação.

Como a disputa das Eliminatórias vai iniciar em setembro, a direção da CBF prega calma na escolha, já que existe a intenção de dar um tiro certeiro. Sendo assim, a “novela” envolvendo o cargo à frente do Brasil pode se arrastar por mais algum tempo, ainda que Ancelotti seja descartado e a disputa fique entre os outros quatro profissionais.

Publicamente, Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, indicou que a seleção vai esperar Ancelotti até o dia 25 de maio. Pelo lado do Real Madrid, existe uma projeção que o italiano vai seguir à frente do clube para cumprir o vínculo até 2024, mas um eventual fracasso na Champions League pode mudar os planos da diretoria.

"Antes de partir para um plano B (para o comando da seleção), quero esgotar todas as possibilidades do plano A. Temos um compromisso com a sociedade e temos que ouvir os clamores", declarou o presidente da CBF sobre o comando do Brasil.

Por enquanto, o plano B oficial da seleção brasileira ainda não está definido. Dessa forma, a decisão do treinador do Real Madrid vai ser crucial para a escolha nos bastidores, situação que possui aspecto de total incógnita.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Câmara Municipal de Cândido Mendes cassa mandato do Prefeito José Bonifácio (Facinho)

MP avalia pedir intervenção em Cândido Mendes

Polícia prende suspeito de ser mandante da execução de guardas municipais